bandeau

 

 

do coraÇao para os atos

 

um caminho para a plenitude da caridade

que vai do coraÇao para os atos

Nossos Fundadores centralizaram sua vida na pessoa de Jesus Cristo. Eles manifestaram seu apego ao Senhor pela fidelidade à vontade do Pai, pela preocupação constante da Gloria de Deus, da expansão de sua santidade, de seu amor.

 

Un amour sans limite!

 

Corresponder a este amor,
É revestiros sentimentos de Jesus cristo,
É lhe tornar-se conforma.

Por ele, vamos ao Pai,
nele amamos nossos irmaos e nossas irmas.
É um caminho que vai do Pai do coraÇao para os atos.

 

Nos somos consagradas à pessoa do Cristo...

no coraÇao do mundo...

O mundo : o universo, todos os homens, eu mesmo e tudo o que eu sou; o mundo : sua historia e minha historia, é o campo de minha experiencia de Deus. É là que eu posso encontrar Deus: atinjir o Pai que chama à vida, conhecer o filho que encarna a ternura divina, comunhão ao espirito que semea em todos os lugares sementes de salvação. É là que eu posso viver, como Maria, o olhar para a plenitude do Cristo.

As Filhas da Caridade do Sagrado Coraçao de Jesus, p. 17-18

En fidelidade à orientaçao primeira da congregaçao servir Jesus Cristo na pessoa dos pobres e do proximo em geral", sem excluir ninguém de nossa caridade fraterna,
nos damos uma atençao particular aos fracos, aos humildes, aos necessitados.


 

 


Peinture de Cécile Veilleux, projet collectif  de l'an 2000

 
Revelar que ele é vivo,
Testemunhar que ele é perto,
Anunciar que seu amor é universal!

Projeto comum
de evangelisaçao das FCSCJ


A oração que Jesus oferece a seu Pai antes de deixar seus discipulos é significativa : a comunidade daqueles que ele escolheu e consagou,ele não pede que ela seja retirada do mundo. Mas ele lhe da por função ser, no meio dos homens, a manifestação do Reino jàé presente e que hà de vir,

 

Crucifix chapelle Montgeron

 

Jesus Cristo não é um modelo exterior a nós. Ele é em nos. Ele é um modelo ativo, si podemos dizer. E ele convida à ação. Sua caridade nos empurra a responder às suas exigencias e andar na sua vereda. Ela nos incita de ver o mundo não como o lugar que precisa fugir, não como o espelho de um Deus a contemplar, mas como a realidade a transformar.


 

Nós somos consagradas à pessoa do Cristo.

.